sábado, 24 de junho de 2017

Sagrado Coração de Jesus, tende piedade de nós!!

Desagravo e homenagem da Missões Cristo Rei ao Sagrado Coração de Jesus no dia 23/06/2017.



Santa Missa, Exposição do Santíssimo e ato de desagravo em Chihuahua/Mxco
com o Rev. Padre Ernesto Cardozo

video

Missão Cristo Rei - Ipatinga

Missão Nossa Senhora das Graças e Sagrada Família - Contagem e Betim

Missão Nossa Senhora das Graças e Sagrada Família - Contagem e Betim

Missão São José - Pouso Alegre

Missão São Jorge - Araguantis

Missão Cristo Rei - Ipatinga

Missão Cristo Rei - Ipatinga
Missão Nossa Senhora das Graças e Sagrada Família - Contagem e Betim




domingo, 23 de abril de 2017

Refutações ao Protestantismo - Sacramento da Eucaristia III

Continua a explanação sobre o fundamento escriturístico da Sagrada Eucaristia.

Prefigura da necessidade de se consumir o sacrifício no AT.

Genesis 22, 9-13 : Deus salvou o filho primogênito de no Monte Moriah, com um sacrifício substituto que deveria ser consumido. Era um prenúncio do sacrifício do verdadeiro Filho primogênito de Israel, NSJC, que deveria ser consumido.

Êxodo 12,5 : O cordeiro pascal sacrificado e consumido deveria ser sem mácula. NSJC é o verdadeiro e perfeito cordeiro pascal. (São Lucas 23, 4-14; São João 18,38)

Êxodo 12, 7;22-23 : O sangue do cordeiro deveria ser aspergido nas duas ombreiras e sobre a verga da porta das casas onde o comeram. Este sacrifício pascal prefigura o sacrifício do verdadeiro Cordeiro e o madeiro da Sua cruz sobre o qual Seu precioso sangue foi aspergido.

Êxodo 12, 8-11 : O cordeiro pascal deveria ser consumido pelos fiéis para que Deus poupasse seus filhos primogênitos quando da sua "passagem". NSJC, o verdadeiro cordeiro pascal deve ser consumido, para que os fiéis tenham seus pecados perdoados.

Êxodo 12, 43-45 ; Ezequiel 44, 9 : Ninguém fora da família de Deus comerá o cordeiro. Os não-católicos não podem participar da Eucaristia até estarem em plena comunhão com a Igreja.

Êxodo 12, 49 : Era necessária a circuncisão para consumir o cordeiro. O batismo é a circuncisão dos católicos, por isso é necessário ser batizado para consumir o verdadeiro Cordeiro pascal, NSJC.

Êxodo, 12, 47; Números 9, 12 : Os ossos do cordeiro pascal não podiam ser quebrados. Nenhum dos ossos de NSJC foi quebrado. (São João 19,33)

Êxodo 16, 4-36; Neemias 9, 15 : Deus deu a seu povo o pão do céu para sustentá-los em sua jornada até a terra prometida. Isto prefigura o verdadeiro Pão do Céu (NSJC) que Deus nos dá em toda Santa Missa para nos sustentar em nosso caminho até o céu.

Êxodo 24, 9-11 : A aliança Mosaica foi consumada com uma refeição na presença de Deus. A Nova e Eterna Aliança é consumada com a ceia eucarística - o Corpo e Sangue de NSJC sob as aparências de pão e vinho.

Êxodo 29, 33 : Deus ordena que se coma o alimento com que a expiação foi feita. NSJC, o verdeiro alimento de expiação deve ser consumido.

Levítico 7, 15 : O sacrifício deveria ser totalmente consumido, a fim de restaurar a comunhão com Deus. Todos estes sacrifícios são prefigura do único sacrifício eterno, NSJC, que deve ser consumido para restaurar a comunhão com Deus. Esta é a Eucaristia.

Gênesis : 9, 4-5 : Deuteronômio 12, 16; 23-24 : Nestes versículos vemos proibições de se beber o sangue, Mas Jesus manda-nos beber seu sangue porque é a verdadeira fonte de vida.

2 Reis 4, 43 : Esta passagem prefigura a multiplicação dos pães e o verdadeiro Pão do Céu que é NSJC.

2 Crônicas 30, 15-17; 35, 1; 6; 11; 13; Esdras 6, 20-21; Ezequiel 6, 20-21 : O cordeiro foi morto e consumido para expiar os pecados e restaurar a comunhão com Deus. Isto prefigura o verdadeiro Cordeiro de Deus, NSJC, que foi sacrificado para expiar os nossos pecados e agora deve ser consumido para nossa salvação.

Salmos 78, 24-25; 105, 40 : o maná descido dos céus e o pão do anjos anunciam o verdadeiro Pão dos Céus, NSJC.

Isaías 53, 7 : prefigura do verdadeiro Cordeiro de Deus que foi morto para expiação dos nossos pecados e deve ser consumido.

Continua.

Eugênio Mendes

sábado, 22 de abril de 2017

Refutações ao Protestantismo - Sacramento da Eucaristia II

Neste artigo, no melhor "estilo protestante" (pois usarei mais uma vez somente argumentos bíblicos para confirmar a Eucaristia) trarei uma sequência lógica de artigos confirmando tal sacramento. Vamos lá:

Siglas
AT = antigo testamento
NT = novo testamento
NSJC = Nosso Senhor Jesus Cristo

Prenúncio do Sacrifício Eucarístico no Antigo testamento

Gênesis 14,18 : Primeiro vez que a palavra sacerdote é usada no AT. Melquisedeque é sacerdote e rei e oferece o sacrifício do pão e do vinho.

Salmo 76,2 : Melquisedeque é o rei de Salem. Salem é a figura de Jerusalem, onde NSJC, eterno sacerdote e rei, estabeleceu seu reino e sacrifício eucarístico oferecido debaixo das aparências de pão e vinho.

Malaquias 1,11 : Esta é a profecia da oferta do Santo Sacrifíco, que ocorrerá em todo lugar, do nascer ao pôr do sol. Haverá somente um sacrifíco, mas será oderecido em vários lugares. Esta profecia é cumproda somente pela Igreja Católica, nas missas em todo o mundo, onde o Sacrifício de NSJC que transcende o tempo e o espaço, é oferecido para nossa salvação. Se esta profecia não for cumprida pela Igreja Católica, então Malaquias é um falso profeta.

Êxodo 12, 14-17-24; 24, 8 : A festa do cordeiro pascal é uma odernança perpétua de Deus. É para sempre. Porém ainda não havia sido cumprida.

Levítico 19, 22 : Os sacerdotes da antiga aliança faziam a expiação do pecados através do sacrifício de um animal que deveria ser consumido. NSJC, o sumo sacerdote da nova e eterna aliança, expiou nossos pecados pelo Seu único sacrifício. Sua carne também deve ser consumida.

Jeremias 33, 18 : Deus promete que seu reino terrestre consistirá de um sacerdócio sacrificial eterno. Esta promessa foi cumprida pelos sacerdotes da Igreja Católica que oferecem o sacrifício de NSJC em cada missa ao redor do mundo.

Zacarias 9, 15-16 : Esta é uma profecia do filhos de Sião, que no local do sacrifício eucarístico, beberão o sangue com vinho e serão salvos. Esta profecia cumpre-se com os sacerdotes da Igreja Católica.

2 Crônicas 26, 18 : Somente os sacerdotes devidamente consagrados poderão oferecer o sacrifício a Deus. O sacerdotes católicos, da nova e eterna aliança, ligam seu sacerdócio sacrificial a NSJC.

Mais no próximo artigo.

Eugênio Mendes

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Refutações ao Protestantismo - Sacramento da Eucaristia

Dias atrás conversando com  amigo protestante, ocorreu um certo debate via WhatsApp sobre uma série de objeções protestantes a fé católica e resolvi então, com mais calma, refutar tais mentiras e demasiada ignorância que ronda a decendência de Lutero.
Uma das dúvidas perguntadas dizia respeito a doutrina dos sacramentos nas sagradas letras, e já que um filho de Lutero não sobrevive se tudo que ele imagina não estiver escrito nas escrituras, resolvi então escrever este modesto artigo.

Mas vamos lá, não tem problema, qualquer católico minimamente instruído, rebate tais objeções com um dos olhos fechados e uma mão atada.

Uma das melhores explicações que já encontrei até hoje foi a exegése do capítulo 6 de São João, o discurso do Pão da Vida, pois é simplesmente um golpe de marreta na cabeça de qualquer herége que diz que a Eucaristia é somente um pedaço de pão, e que tal sacramento somente simboliza o Corpo de Nosso Senhor.

Antes de tudo, para nós católicos, não é necessário exegése para acreditarmos na Sagrada Eucaristia. Como diz São João Bosco em uma de suas orações: "Creio, porque Vós o dissestes." Simples, preciso, repleto de humildade que Nosso Senhor merece. Além disso, como diz também Nosso Senhor: "Acreditaste, porque me viste? Bem-aventurados os que creram sem terem visto!" (São João 20, 29)

Disto isto, vamos a refutação do argumento protestante. Nosso Senhor fala de algo que parecia impossível para os judeus, que nós deveríamos comer a Sua Carne para termos a vida eterna.

No começo do capítulo são narradas duas figuras da Sagrada Eucarísitia: A primeira é a multiplicação dos pães, a segunda é a narrativa do Maná do deserto, que é uma pré-figura da mesma Eucaristia.

Mas vamos nos prender ao detalhe mais interessante deste capítulo: o verbo "comer". Este aparece 12 vezes no capítulo e são elas: Versículos 5, 31 (2 vezes), 49, 50, 51, 52, 53, 54, 56, 57, 58. O texto que nos interessa em questão são os versículos 49 em diante. Vou colocar dois versículos em grego para entendermos a argumentação.

49 οἱ πατέρες ὑμῶν ἔφαγον ἐν τῇ ἐρήμῳ τὸ μάννα καὶ ἀπέθανον:
49. Vossos pais, no deserto, comeram o maná e morreram.

56 τρώγων μου τὴν σάρκα καὶ πίνων μου τὸ αἷμα ἔχει ζωὴν αἰώνιον, κἀγὼ ἀναστήσω αὐτὸν τῇ ἐσχάτῃ ἡμέρᾳ.
56. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele.

Notem que existe uma diferença entre os dois verbos usados no versículo 49 (efagon) e 56 (trogo) . Os dois verbos significam "comer", porém o primeiro é usado em sentido simbólico e literal nas segradas letras, dependendo do versículo. Além disso, este verbo aparece nos versículos 31, 49, 50, 51, 52, 53. Já o segundo verbo (trogo) é usado poucas vezes nas sagradas letras e tem somente o sentido literal de "mastigar", e aparece nos versículo 54, 56, 57 e 58.

Notem quão interessante é a sequência do texto. Nosso Senhor começa o discurso do Pão da Vida no versículo 31. O judeus e os apóstolos ficaram surpresos e sem entender como Nosso Senhor poderia dar sua carne para comermos. Os judeus murmuram entre si. Nosso Senhor os repreende. Nosso Senhor continua afirmando a doutrina da transubstanciação. Até que no versículo 52 os judeus novamente questionam como aquilo seria possível. O texto sagrado então fica bastante claro a partir do versículo 54. Nosso Senhor afirma categoricamente que era necessário mastigar a sua carne, através do uso do vergo "trogo" e não mais "efagon".

Logo a frente, no versículo 61, Nosso Senhor pergunta: "Isto vos escandaliza?" E sem meias palavras e sem respeito humano pergunta aos apóstolos no versículo 67. "Quereis vós também retirar-vos?"

Pois bem, escandalizados estão os protestantes com tal ensinamento e tal doutrina. Retiraram-se da única Igreja de Cristo por duvidar de Suas Santas palavras.

Continuo no próximo artigo.

Eugênio Mendes

terça-feira, 18 de abril de 2017

Retiro de Santo Inácio - Ipatinga - Semana Santa 2017

Prezados, para os fiéis que não participaram, estou carregando os vídeos das palestras proferidas pelo nosso padre, no retiro da semana Santa de 2017. Peço perdão se a gravação não é a melhor de todas, mas é possível entender perfeitamente. O equipamento de gravação grava videos de 20 minutos e por isso existem pequenos cortes.



Princípio e fundamento - Primeira palestra



Princípio e fundamento - Segunda palestra



O Inferno - Quarta palestra
(*algumas partes foram cortadas, mas é possível aproveitar bastante)

 
A morte - Quinta palestra



As duas bandeiras - Sexta palestra



Encarnação - Sétima palestra



Tribulações da Sagrada Família - Oitava palestra

 

Reflexão sobre Judas - Nona palestra



A última Ceia - Décima palestra



Os 3 binários - Undécima palestra



Reflaxão sobre São Dimas - Décima segunda palestra



Resolucoes - Décima terceira palestra



Tribunais da noite - Décima quarta palestra



Reflexão sobre Pilatos - Décima quinta palestra



Solidão de Nossa Senhora - Décima sexta palestra

sexta-feira, 14 de abril de 2017

Semana Santa 2017 - Ipatinga

Algumas fotos das celebrações da Semana Santa de 2017.


Domingo de Ramos - 09/04/2017












Quinta-feira Santa - Lava-pés






























Santa Missa Lava-pés gravada


Breve mais fotos.